sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Está confirmado!

E mal posso esperar para assistir a história feita no presente.

Parabéns ao coisinho

Então este querido blogue fez quatro anos ontem e ninguém dizia nada?
É verdade.
Quatro anos e no fundo parece que foi há quatro anos.
Impressionante.
Serve também este querido e amoroso post para vos informar que o "Tubo de Ensaio" está de volta, já a partir de segunda-feira.
E vocês ralados com isso.
Sabem aqueles fins-de-tarde perfeitos, com a música certa, no sítio certo, e com a temperatura certa, que nos fazem sentir orgulhosos de estarmos nesta vida?
Não é o caso.
E achei que era interessante partilhar.

terça-feira, 11 de agosto de 2009

1929-?



Já foi dito tudo o que havia para dizer sobre a partida do nosso querido Raul Solnado.
Deixou uma herança do tamanho de Portugal, e essa ninguém nos tira.
Teve, quanto a mim, como trunfo maior a inteligência com que construiu a sua carreira, coisa que muito ele estimava.
A primeira pergunta que ele me fez quando o conheci foi: "Tu queres fazer umas coisas ou queres uma carreira?"
E esta pergunta fez-me pensar mais do que aquilo que eu era capaz na altura.
Percebi que de facto a diferença é mais que muita e que tudo nasce a partir dessa pergunta.
O Raul soube construir uma carreira com todas as peças no sítio certo, cuidadosamente estudadas para não ruírem ao mínimo tremor.
E a par disso era um homem de peito cheio, com o sentido de dever cumprido no assunto: "aproveitar a vida".
Tinha a simpatia de uma criança desenhada no rosto, que desarmava quem quer que fosse.
E uma modernidade que fez com que todas as suas imagens de arquivo sejam ainda hoje momentos de frescura cómica.
O que mais me emocionou na minha experiência com o Raul foi perceber a vontade de trabalhar que tinha dentro dele, e o coração que teimava em atrasá-lo.
Tinha o coração gasto de tanto o viver.
Não quero ir mais para os clichés que se usam nestas alturas, mas ficarei para sempre com a memória de no último dia de gravações o Raul ter-me chamado e ao nosso realizador e ter dito: "Hoje foi a última vez que fiz televisão, já não tenho mais forças. Obrigado por estes momentos."
Ao ver as "Divinas Comédias" não consigo parar de pensar o quanto ele estava ansioso por ver o resultado final, que seria partilhado num jantar que iria acontecer quando o primeiro episódio fosse para o ar.
"Vês, como afinal querias uma carreira..." disse-me há uns meses.
E quero.
Que seja um décimo da do Raul, e já fico de papo cheio.
Até sempre.

A frase que Raul queria no seu epitáfio é de uma grandiosidade exemplar:
"Aqui jaz Raul Solnado, muito contra a sua vontade"
Sublime.

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Do caraças

Ora aqui está o tipo de notícia que nos deve deixar a levitar.

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Foto reportagem

O enorme Vasco Casquilho, amigo e fotógrafo, esteve no Chiado com "Os Contemporâneos" no dia em que gravámos aquele que é já um êxito europeu, o afamado "Enifininauei".
Agora pouca conversa e toca a dar um salto até aqui para verem fotos e videos desse dia que mudou para sempre a história da música alternativa.
E eu vou só ali ver se sempre é verdade aquela coisa de uma pessoa se poder deitar na areia da praia, e coisas desse género.

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Curtíssima Metragem

Um grande momento do Manuel Marques, ontem, durante a festa d´"Os Contemporâneos", à beira-rio.


video

Fim da terceira temporada

Dois momentos de rara beleza que encerraram "Os Contemporâneos" ontem:



e



Agora vou só ali recuperar o meu fígado que a festa de despedida de ontem foi um tanto ou quanto violenta.
Até já.